Objetivos

Considerando a definição de saúde determinada pela Organização Mundial de Saúde (1948), os nossos serviços procuram usar os princípios da psicologia para melhor avaliar, compreender e prever aspectos emocionais, psicológicos, intelectuais, comportamentais, sociais e biológicos do funcionamento humano. Assim, procura-se promover o desenvolvimento equilibrado ao nível pessoal, intelectual, emocional e comportamental do indivíduo, no intuito de se potenciar o seu bem-estar psicológico e melhorar a sua qualidade de vida.

Recorre-se a uma abordagem psicológica de natureza ecléctica, perfilhando-se um modelo que privilegia as qualidades únicas de cada indivíduo, a sua história de vida, personalidade e as questões que apresenta.

Ao nível específico da criança, a Psicologia Cognitivo-Comportamental e de natureza ecléctica recorre à implementação de estratégias e técnicas que permitem intervir nas perturbações da criança que, em muitos casos, podem ser melhoradas precocemente. As crianças são muito sensíveis a intervenções cognitivo-comportamentais, o que pode ser devido à sua imensa flexibilidade e à duração relativamente mais breve das suas dificuldades comportamentais ou emocionais.

Os nossos serviços destinam-se essencialmente a (1) crianças, adolescentes e jovens adultos, (2) pais, professores e outros agentes educativos, e (3) entidades formadoras.